Tribuna #1 da 10ª CN da UDP-AP

udp_cartaz.jpgEstá disponíbel a Tribuna #1 da 10ª CN da UDP-AP onde constam os seguintes documentos: Convocatória, Regulamento da Conferência, do Regimento da Tribuna da Conferência e da proposta de Regimento da Conferência.

 

Ler mais...
 
Convocatória da 10ª Conferência Nacional da UDP-AP
Camaradas,

1 - De acordo com o Artº 19 dos Estatutos, e na sequência da reunião da Direção Nacional do passado dia 15 de julho, a Mesa convoca a 10ª Conferência Nacional da UDP, cuja sessão final será realizada no dia 8 de outubro de 2016, em local a anunciar na tribuna 2, e que se regerá pelos documentos anexos Regulamento da Conferência, do Regimento da Tribuna da Conferência e da proposta de Regimento da Conferência. 

2 - A reunião da DN de 15 de julho aprovou os Regulamento da Conferência, do Regimento da Tribuna da Conferência, e a proposta de Regimento da Conferência (que integram a Tribuna 1)

3 –Para os devidos efeitos estatutários, regulamentares e regimentais deverá ser usado o endereço eletrónico Este endereço de e-mail está protegido contra spam bots, pelo que o JavaScript terá de estar activado para que possa visualizar o endereço de e-mail


O Presidente da Mesa da Conferência Nacional da UDP

Luís Filipe Cruz Pereira
Ler mais...
 
Faleceu João Mário Mascarenhas

Faleceu João Mário Mascarenhas (1945-2016). Foi chefe de gabinete da representação parlamentar da UDP, incluindo o primeiro mandato do deputado Mário Tomé (1979-83). Durante vários anos foi Diretor da Biblioteca Museu República e resistência, onde abriu espaço às várias opções republicanas e antifascistas para realização de debates, apresentações e exposições. Coordenou várias publicações e exposições, algumas das quais em colaboração com dirigentes da UDP, de que é exemplo: Quando o Trabalhador se Tornou Cidadão: movimento operário - A década de 70. Autor(es): Carlos SANTOS; João Mário MASCARENHAS; José CASIMIRO (org.). Lisboa: Biblioteca-Museu República e Resistência & Câmara Municipal de Lisboa, 1997.

O seu corpo está em câmara-ardente na igreja de Nossa Senhora de Fátima, na av. De Berna em Lisboa. E será cremado amanhã, 19 de julho de 2016, no cemitério do Alto de São João às 10h.

Ler mais...
 
Faleceu o camarada José Eduardo Silva Nobre
Faleceu no passado dia 28 de Maio, no Hospital Garcia de Orta, vítima de doença prolongada e incapacitante, José Eduardo Silva Nobre, tendo o funeral se realizado no dia seguinte, domingo, às 14.30 horas, no cemitério de Vale Flores, freguesia do Feijó. Contava 65 anos, era natural de Moura e residente desde criança no Pragal, Almada, onde estudou na Escola Emídio Navarro e trabalhou como torneiro mecânico na Parry & Son e na Setenave, em Setúbal, de cujo núcleo da UDP fez parte. Nos inícios dos anos 70 fez o serviço militar obrigatório na guerra colonial, como sargento miliciano, e viveu com entusiasmo a Revolução dos Cravos, na qual ainda participou no regresso da guerra. Fez parte dos GDUPs, apoiou a candidatura de Otelo à Presidência da República e sempre apoiou ou participou nas listas às eleições autárquicas das freguesias de Almada e do Pragal pela UDP e pelo Bloco de Esquerda. Aos familiares, amigos e camaradas as nossas sentidas condolências.
Ler mais...
 
Faleceu o camarada Manuel Duro
duro_2.jpg

Faleceu o camarada Manuel Duro. Foi militante anti-fascista, fundador da UDP e dirigente das lutas pelo direito à habitação, foi dirigente e presidente da Associação da Quinta das Laranjeiras.  UDP manifesta o seu pesar e saúda o camarada Duro, que até aos seus últimos dias foi um militante de esquerda.

O corpo de Manuel Duro vai estar na casa mortuária de Olivais Velhos - rua das Courelas 38.768857,-9.105566 -  a parti das 17h de domingo (8 de maio) e o funeral realiza-se na segunda-feira (9 de maio) a partir das 10h30, tendo a cremação lugar às 12h no Cemitério dos Olivais.

Ler mais...
 
Faleceu Rui D’Espiney
rui_despiney_2.jpg

Faleceu Rui D’Espiney (1942-2016). Em 1964 foi fundador do Comité Marxista-Leninista Português/Frente de Ação Popular e, mais tarde, foi também fundador da UDP. A Direção da UDP manifesta o seu pesar e saúda o resistente anti-fascista Rui D’Espiney.

O corpo estará em câmara-ardente a partir das 16h de hoje (quinta-feira) na sede do Instituto das Comunidades Educativas, na rua do Moinho n.1 do Bairro da Bela Vista, em Setúbal. A cremação terá lugar amanhã (sexta-feira) às 11h30, no cemitério da Paz, Algeruz, em Setúbal.

Ler mais...
 
Faleceu o camarada Carlos Sobral
carlos_manuel_sobral_udp.jpg
Em 23 de abril de 2016 faleceu o camarada Carlos Manuel Sobral, vítima de ataque cardíaco.
Nascido em Santiago do Cacém, a 1 de janeiro de 1949, foi membro da UDP desde a fundação, proveniente dos grupos marxistas-leninistas que deram origem, em Dezembro de 1975, ao PCP (R).
Fez parte de células comunistas no complexo industrial de Sines, participando na greve da construção civil de Novembro de 1975 e no “cerco à Constituinte”. Trabalhou como motorista da construtora CONDOTTE e mais tarde na APS - Administração do Porto de Sines.
Aderente fundador do Bloco de Esquerda, foi candidato autárquico por diversas vezes no concelho de Santiago do Cacém e na freguesia de Santo André, onde residia.
À família de Carlos Sobral, a todos e a todas as camaradas do complexo industrial de Sines que com ele privaram, a UDP apresenta sentidas condolências e a sua homenagem a este “militante de toda a vida”.
 

Ler mais...
 
"Recordar Max e Lurdes é defender a Constituição"

 padre_max_foto_de_carlos_ermida_santos.jpg

A UDP assinalou, em Vila Real, os 40 anos do assassinato do padre Max Barbosa de Sousa e da estudante Maria de Lurdes Correia. Estiveram presentes dezenas de pessoas e houve lugar a duas intervenções, de Mário Durval e de Luís Fazenda, deposição de flores nas campas e colocação de flores na Rua Padre Max. 

Ler mais...
 
Faleceu Armando Raposo
Faleceu no dia 19 de janeiro Armando Raposo, que foi operário da Lisnave, mecânico de bordo no estaleiro da Margueira-Almada, e morador da Amora-Seixal. Operário ativo no pós 25 Abril no processo reivindicativo e mobilizador, defensor dos princípios revolucionários da luta pelo socialismo. Foi militante do PCPR e da UDP e posteriormente aderente do Bloco de Esquerda. A direção da UDP expressa à sua família e amigos o pesar pelo falecimento de Armando Raposo.

O corpo de Armando Raposo estará no Crematório da Quinta do Conde a partir das 17 horas de hoje (20 de janeiro) e será cremado no mesmo local amanhã (21 de janeiro) pelas 11h da manhã.
Ler mais...
 

A Comuna

 A Comuna 34 capa

A Comuna 34 (II semestre 2015) "Luta social e crise política no Brasil" Editorial | ISSUU | PDF

 capa A Comuna 33 Feminismo em Acao

A Comuna 33 (I semestre 2015) "Feminismo em Ação" | ISSUU |PDF

 

  a_comuna_32_capa.jpg

A Comuna 32  (II semestre 2014) "100 ano da I Guerra Mundial e Política Internacional" Editorial Revista PDF | Revistas anteriores

banner_1.png
Newsletter A Comuna






banner_inscrio.png
banner_3.png
© 2016 União Democrática Popular